skip to Main Content
Menu
Ansiedade: O Mal Do Século

Ansiedade: o mal do século

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde, OMS, a ansiedade aflige 9,3% dos brasileiros, deixando o Brasil como primeiro no ranking mundial. O que faz com que nós, brasileiros, tenhamos mais ansiedade do que as outras pessoas no mundo e o que esse mal causa nas pessoas?

É comprovado que a questão socioeconômica que é tida por aspectos sociológicos, econômicos, educativos, trabalhistas,  é fundamental nesta triagem da ansiedade, sendo esta classificada pelo desemprego, pobreza e falta de segurança. No último ano, o desemprego no Brasil batia o número de 12 milhões, agora, em 2019,  já ultrapassa 13,5 milhões. Isso mexe com a economia, e mexe com as pessoas que vivem uma instabilidade emocional em relação ao futuro. Estamos na era da incerteza.

Casada com a ansiedade, vem a depressão, sendo esta a maior causa de suicídios. O Brasil é o quinto no mundo com mais casos de depressão e o primeiro da América Latina. Ainda segundo a OMS, a depressão será, até 2020, o maior motivo de afastamento do trabalho no mundo. Se a nossa vida pessoal não está bem, ela afeta o lado profissional e vice versa. Não há como ser diferente. Se as pessoas não souberem ter controle sobre as questões negativas que envolvem o mundo ao seu redor, a ansiedade toma conta. Automaticamente quando a ansiedade aumenta, destravamos o medo. 

As pessoas ansiosas têm mais probabilidade de terem uma doença cardiovascular, visto que, quando ficamos nesta situação, o nível de cortisol aumenta, e as chances de termos um infarto, por exemplo, dobra.

O risco de ansiedade pode ser diminuído

A ansiedade é um sofrimento por antecipação e faz com que vivamos no futuro. E como nós vivemos sob pressão o tempo todo, quando estamos neste tipo de situação não conseguimos pensar, acontece o famoso “branco” em nossa mente. As reações fisiológicas são intensas. 

A ansiedade pode ser detectada a partir de alguns sintomas: dificuldade de concentração, problemas no sono como dificuldade para dormir, sono leve ou até mesmo pesadelos. Toda a vez que você tiver uma incapacitação, esta poderá levá-lo para uma fobia. Ela pode se manifestar de várias formas, mas este mal pode ser combatido com simples estratégias de vida.

A ansiedade sempre desperta um gatilho

A ansiedade desperta gatilhos, que podem ser a vontade de fumar, de comer, roer as unhas, etc. Sabendo disso, separamos 3 dicas simples para combater a ansiedade de forma a que você tenha mais qualidade no seu dia e na sua vida.

3 dicas para combater a ansiedade

1 – Respire

É de praxe que se diga que devemos respirar fundo quando temos medo ou ficamos ansiosos, mas é porque esta é a forma mais rápida e eficaz de se livrar de uma crise de ansiedade, já que com isso conseguimos diminuir a frequência cardíaca. 

2 – Faça atividade física 

A atividade física é uma ótima opção, mas deve ser realizada com frequência, já que eleva a produção de serotonina, substância que aumenta a sensação de prazer.  Todavia alguns horários devem ser evitados, principalmente no primeiro horário da manhã, entre 05 e 8 da manhã, pois ali os índices de cortisol estão em alta. O ideal é a partir da primeira hora da tarde e também à noite.

3 – Se prepare para dormir

O seu momento antes de dormir também deve ser planejado, assim como todas as tarefas do seu dia. Evite tocar em assuntos que envolvem tomadas de decisão ou preocupações. Relaxe. Largue o celular ao menos meia hora antes de ir para a cama. Aproveitando esse momento de relaxamento, se for do seu gosto, tome um chá. Alguns deles são conhecidos e indicados como calmantes, sendo eles a passiflora, a melissa a camomila e a valeriana.

Estas são dicas simples e sem custo financeiro que lhe trarão benefícios a longo prazo. Não há mais desculpas para continuar sofrendo com este que é chamado o mal do século.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
×Close search
Search