skip to Main Content
Menu
Saiba O Que O Medo Pode Causar E Os Segredos Para A Libertação – Parte 2

Saiba o que o medo pode causar e os segredos para a libertação – Parte 2

O medo de grandes líderes, o aumento da certeza e as origens do trauma

E você pensa que os grandes líderes não têm medo? Claro que têm! O medo para alguns é até um desafio. Quanto mais estivermos expostos, mas ficamos suscetíveis a ataques das pessoas. Você vai brilhar e vai chamar a atenção de muita gente. É preciso que você siga firme no seu propósito e acredite no que você faz. Quando temos firmeza da nossa verdade, o medo diminui. E os grandes líderes têm isso, eles acreditam no que fazem. Então, todos os líderes têm seus medos, só que em uma proporção bem menor do que a certeza. Quando você tem muita certeza do que faz, começa a aumentar o empoderamento, o que faz com que o medo diminua. Então, é preciso ter alternativas para que sua certeza aumente e prolifere.

É preciso chamar para si a responsabilidade em se fortalecer e enfrentar este sentimento. O medo ocasiona uma reação física nas pessoas, congela, paralisa. E você pode curar o seu medo quando descobre o que está intrínseco. O que é diferente de crenças, já que as instalamos. É claro que elas podem ser tão fortes que acabamos desencadeando o medo, que é uma reação física e que está sempre relacionado a traumas. Há, por exemplo, crianças com fobias, com depressão e, quando descubro a origem, o medo começou na gravidez.

Os primeiros quatro anos de vida talvez sejam os mais importantes do ser humano. Existem coisas das quais não vamos lembrar mas esses quatro ou cinco primeiros anos de uma criança podem definir toda uma personalidade. É preciso ter muito cuidado com os filhos nesse período. Essa conjuntura que você começa a trabalhar, vai chegar um momento em que você vai precisar entrar lá. Na PNT, trabalhamos nessa linha do tempo. Em que momento essa fobia foi instalada? Em que momento essa síndrome entrou? Em que momento essa doença instalou-se no corpo dela? Que emoção a levou a sentir isso? E o que o medo pode causar?

O medo físico e as doenças como causa

A ação é o equilíbrio entre o medo e a razão. Foco e meta são as palavras-chave. Se você enfraquecer, os outros se fortalecem. O medo se torna até algo físico. Há casais que se separam pois um tem medo do sucesso do outro. Pessoas perdem famílias e relacionamentos. O medo quando entra, não traz nada de bom. É preciso ter ousadia, coragem e planejamento, e nós temos todos esses recursos. No Coaching, conseguimos perceber como lidar com o medo das pessoas e fazê-las entender que dispõem desses recursos. Tudo que você fez na vida, até hoje, você teve coragem para fazer.

O medo muda o perfil das pessoas e também atrai doenças. As pessoas têm medo da mudança, mas nós estamos mudando o tempo o todo, nossas células mudam. E as pessoas têm medo da mudança, pois ela traz instabilidade. Quando você não sabe o que lhe espera, você começa a ficar ansioso. Agora, quando o medo se torna uma fobia, já se trata do lado neurológico. O sistema nervoso é formado por gatilhos. No PNT nós trabalhamos uma dinâmica chamada Cura Rápida de Fobia onde, em poucos minutos, você libera algo que estava aprisionado no seu cérebro.

Você sabia que uma grande incidência de mulheres que desenvolvem câncer de mama são aquelas que não se dão bem com as mães? Quando eu resolvo um problema emocional muitas vezes estou libertando de dentro de mim um trauma, um câncer, uma diabetes, entre outros males. Todos nós nascemos com predisposição genética. Mas por que há pessoas que desenvolvem isso e outras não? Hoje vejo pessoas extirpando um seio, que viram que tinham um gene. Eu que trabalho com comportamento humano há mais de 20 anos, nunca vou concordar com isso. Várias pessoas com diagnóstico de câncer se curaram e não precisaram fazer nenhum tipo de procedimento. Mas primeiro, tiveram que trabalhar a mente, o perdão, a ressignificação, o lado afetivo, entre outras questões. E tem um fator do qual não fugimos: a tríade mãe, pai e filho.

Tudo entra e se instala em determinada parte do corpo. Nós temos o cérebro racional, intermediário e o reptiliano ou primitivo. O trauma se aloja justamente neste último. Você não nasceu com a fobia, ela vem sendo desencadeada. Você se encontra sem saída, começa a entrar em desespero, as mãos começam a suar. Nosso inconsciente controla o que nos é inerente como a temperatura corporal, os batimentos cardíacos. Na fobia, o cérebro reage como se estivesse acontecendo o que você imagina. O ideal é sabermos quando foi instalado isso e em qual momento da vida. E o que o medo pode causar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
×Close search
Search